Batalha Espiritual

Texto base: Ef 6.12

Por trás do mundo físico existe uma dimensão espiritual, que a Bíblia denomina como “regiões celestes”. Esta dimensão é palco de conflitos espirituais, nos quais a humanidade e os santos de Deus estão envolvidos. Infelizmente, nem todos os cristãos acreditam no assunto batalha espiritual, o que é um grande erro. Raciocine: o que acontece no âmbito espiritual reflete diretamente na esfera material. Logo, vivemos no cotidiano reflexos de batalhas que ocorrem nas regiões celestes. Este assunto é tão importante tanto como qualquer outro: santificação, evangelismo, oração, etc. Em Ef 6.10 o apóstolo reafirma tal importância quando diz “Quanto ao mais irmãos…”. Isto significa que após os assuntos abordados em capítulos anteriores da epístola, ele agora passa a discutir outro de igual relevância.

Algumas lições sobre batalha espiritual.
1) O inimigo: principados e potestades. Nossa luta não é contra sistema de governo, empresa, grupo ou qualquer ser humano. Nossa luta é contra o diabo e seu exército, mesmo quando ele se utiliza de pessoas e organizações em suas táticas. O texto ainda destaca uma hierarquia no exército inimigo: principados, potestades. A Bíblia ainda fala sobre outras classes dentro dessa hierarquia, mas discutirei em um outro posto que publicarei no futuro. O que importa é destacar que há demônios e demônios, o que implica dizer alguns exigirão mais do crente. Veja o exemplo de Daniel 10.13, o qual esperava uma resposta de oração. O anjo que vinha trazer-lhe a resposta de Deus foi impedido por um demônio poderoso, um príncipe, e Miguel teve que entrar em cena para resolver a situação.

2) A condição do inimigo: são os dominadores deste mundo, o qual é definido como um lugar tenebroso. Rom 8.20 e seguintes relata essa situação, descrevendo que o mundo está cativo do diabo, isto é, o mundo está literalmente escravizado. Por isso é que Jesus descreve a sua missão, quando em Luc 4.18,19, ele afirma que veio para libertar os cativos; também faz um convite precioso em Mt 11.28, quando convida os cansados e oprimidos para irem até Ele.

3) Uma vantagem substancial: além de lutarmos contra o exército das trevas, temos que lutar também contra a nossa própria carne. E o diabo conta com isso. Ele usa e abusa das nossas paixões carnais, aproveitando as nossas fraquezas como ponto de ataque.

Como age o inimigo (vide Mateus 4 – a tentação de Jesus)
1) normalmente quando sozinho. Esta é uma situação perigosa porque quando normalmente estamos sozinhos, temos o sentimento de liberdade, de que ninguém está nos vendo ou vigiando. O diabo explora isso. Jesus foi tentado extamente quando estava sozinho.
2) explora a principal fraqueza carnal da pessoa. Não se engane, ele conhece o ponto fraco de cada um. E aí investe tudo. A principal fraqueza de Jesus no final dos 40 dias foi exatamente a fome. Note que “transformar pedra em pão” foi a primeira investida do inimigo.
3) distorcendo a palavra. O diabo é um perito em sofismas, ou seja, usa algumas verdades para inserir ou disseminar uma mentira. Ele tem feito isso através de falsas doutrinas e profetas que tem se levantado nos últimos tempos. Sobre sofismas leia 2 Cor 10.3-5.
4) pensamentos repentinos. Nossos pensamentos podem ter apenas 3 fontes: ou são nossos, ou são de Deus, ou são do inimigo. Você já se pegou às vezes fazendo uma tarefa ou conjecturando sobre determinado assunto e de repente um pensamento completamente diferente vem à sua mente? cuidado isso pode ser pensamento infiltrado por um espírito imundo. Aqui entra em ação o discernimento espiritual. em 1ª João 4.1-3 o apóstolo orienta que devemos provar os espíritos. Leia.

Algumas armas para o combate
1) Usar a armadura de Deus – Ef 6.10-20.
2) O nome de Cristo – Mc 16.17.
3) Oração – Ef 6.18

Vou parar por aqui, mas voltarei a escrever novos posts sobre este assunto.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s